Dieta crudívora – As vantagens e desvantagens dos alimentos crus

9

Por que comer alimentos crus?

A dieta crudívora é baseada na crença de que o alimento cru é mais saudável para o corpo. Embora a maioria dos alimento são ingeridos cru, o aquecimento dos alimentos é aceitável, desde que a temperatura fique abaixo de 40 a 48 graus centígrados (a temperatura varia entre os membros da comunidade crudivorista).

É pensado que cozinhar os alimentos modificam as enzimas naturalmente presentes. De acordo com os crudívoros, as enzimas são a força vital de um alimento, ajudando-nos a digerir o alimento e absorver nutrientes. Se exagerar no cozimento, nossos corpos são forçados a trabalhar mais, produzindo mais enzimas. Com o tempo, a falta de enzimas dos alimentos pode levar a problemas digestivos, deficiência de nutrientes, envelhecimento acelerado e ganho de peso .

Cozinhar os alimentos podem diminuir o seu valor nutricional. Por exemplo, os compostos que combatem o câncer em brócoles, sulforafanos, são muito reduzidos quando os brócolos são cozidos. Certas vitaminas, tais como a vitamina C e folato, são destruídos pelo calor. Outros alimentos, no entanto, tornam-se mais saudável após o cozimento, porque a porção fibrosa é decomposta. Por exemplo, tomates cozidos contêm três a quatro vezes mais licopeno do que tomates crus.

Cozinhar também promove a formação de compostos potencialmente nocivos nos alimentos durante a cozedura com calor elevado, tais como produtos de glicação avançada e aminas heterocíclicas.

 

O que eu faço para comer em uma dieta de alimentos crus?

Existem diferentes maneiras que as pessoas seguem uma dieta de alimentos crus. A maioria das pessoas que seguem uma dieta de alimentos crus são vegan. Alguns consomem produtos de origem animal, tais como leite cru, queijo feito de leite cru, sashimi, ceviche (peixe cru), ou carpaccio (carne crua). Algumas pessoas comem apenas alimentos crus, enquanto outros incluem alimentos cozidos para a variedade e comodidade. A percentagem de alimentos crus é geralmente de 70 por cento ou mais da dieta.

Muitas dietas de desintoxicação usam o conceito do crudivorismo. As pessoas normalmente mantem a dieta de desintoxicação por 3 a 21 dias. Após este tempo, podem continuar com a dieta de alimentos crus, retornar a sua dieta regular, ou tentar melhorar a sua alimentação diária, consumindo mais alimentos crus.

 

Como devo preparar os alimentos crus?

 

      • Embebição e germinação da semente

Grãos crus, leguminosas, nozes e sementes contêm inibidores de enzimas que normalmente são destruídos com o cozimento. Os nutrientes podem ser liberados embebendo-os (germinação).

Germinação envolve imersão em água por um período específico de tempo. Embora os tempos de germinação recomendados variarem de 2 horas (para caju) até um dia (por feijão), alguns crudívoros dizem que a imersão durante a noite é suficiente e mais conveniente. É importante começar com sementes cruas secas, de preferência orgânicos, feijão, legumes, ou nozes.

Lave o feijão, nozes, legumes, ou sementes e coloque em um recipiente de vidro. Adicione água purificada com temperatura ambiente, para cobrir e embeber durante a noite. Feijão verde, no entanto, exigem um total de 24 horas. Lavar um par de vezes antes de usar.

      • Brotação

Após germinarem, grãos crus, sementes, feijões e leguminosas podem brotar. Depois de serem drenados durante a etapa final do processo de germinação, colocá-los em um recipiente para a brotação. Deixá-los à temperatura ambiente durante o tempo recomendado. A semente, feijão ou legume vai abrir e um broto irá crescer com ela. Lave-os, escorra e seque bem. Eles podem ser armazenados em um recipiente hermético no refrigerador por até 5 dias.

      • Desidratação

Os alimentos podem ser aquecidos, nunca acima de 48°C, utilizando um equipamento chamado desidratador, que simula secamento pelo sol. Eles são recipientes fechados com elementos de aquecimento para aquecer a baixas temperaturas. Um ventilador dentro do desidratador sopra o ar quente em toda a comida, que é espalhado em bandejas. Pode ser usado para fazer passas, tomate-seco, bolacha, biscoito de couve, pães, croutons e frutas em geral.

      • Misturando

Os alimentos podem ser misturados ou picados usando um processador de alimentos ou liquidificador, para fazer receitas para smoothies, pesto, sopa, homus.

      • Fermentação
      • Decapagem
      • Sumos

 

Que equipamentos são usados para preparar alimentos crus?

      • Liquidificador – para fazer smoothies, sopas e leite de nozes
      • Termômetro – para garantir que os alimentos durante o aquecimento fique abaixo 48°C
      • Desidratador -equipamento que sopra ar quente com baixa temperatura nos alimentos
      • Centrífuga
      • Triturador – para cortar ou triturar pequenas quantidades de alimentos
      • Processador de alimentos
      • Fatiador – cortes de legumes em formas espirais
      • Bacias e frascos para embeber e germinar as sementes, cereais e feijão

Além de alimentos cozidos, que alimentos devo evitar?

Alguns grãos crus podem ser comidos depois de terem sido embebidas e germinadas, mas outros são considerados impróprios para o consumo, como feijão vermelho e roxo, soja e fava. Outros alimentos que são evitados incluem:

      •  Trigo sarraceno verde
      • Cogumelos
      • Ervilhas
      • Batatas
      • Folhas de ruibarbo
      • Inhame
      • Mandioca e farinha de mandioca
      • Cherovia

Em uma dieta crudívora, as pessoas costumam evitar alimentos cultivados com pesticidas ou feitos com conservantes, aditivos e corantes.

>Quais são os benefícios de uma dieta de alimentos crus?

Pessoas que seguem uma dieta de alimentos crus acreditam que traz inúmeros benefícios à saúde, incluindo:

      • Aumento de energia
      • Pele mais clara
      • Perda de peso
      • Redução do risco de doenças

A dieta crudívora contém menos gorduras trans e gorduras saturadas do que a típica dieta ocidental. Também tem baixo teor de sódio, açúcar e ricos em magnésio de potássio, folato, fibras, vitamina A e antioxidantes. Estas propriedades são associados com um risco reduzido de doenças tais como doença cardíaca, diabetes, e câncer. Por exemplo, um estudo publicado no Journal of Nutrition concluiu que uma dieta de alimentos crus reduziu as concentrações plasmáticas de colesterol total e triglicérides.

A dieta de alimentos crus também é pensado para ter um favorável equilíbrio ácido-alcalino , sendo baixa em acidificantes de alimentos. Acreditam que acidez em excesso no corpo resulta em doenças.

Além dos benefícios imediatos, o crudivorismo pode, teoricamente, reduzir o processo de inflamação e envelhecimento, já que contém menos produtos de glicação e outros compostos potencialmente prejudiciais.

 

Quais são as preocupações com a dieta crudívora

Uma das principais preocupações que as pessoas têm com crudivorismo é o risco de deficiências nutricionais, como a vitamina B12, ferro, zinco e ômega-3 os ácidos gordos . Por exemplo, um estudo descobriu que as pessoas em dieta crudívora têm níveis mais elevados de homocisteína e menores níveis de colesterol HDL, devido à deficiência de vitamina B12. Ambos são fatores de risco para doença cardíaca. A suplementação com um multivitamínico pode ajudar a prevenir deficiências nutricionais. Comer uma variedade maior de alimentos também pode ajudar.

Pessoas com hipoglicemia ou diabetes deve ter cuidado. Embora os antioxidantes dos legumes e as fibras podem ser úteis, se feito de forma inadequada (consumo de sucos de frutas em excesso) pode piorar a condição.

Pessoas com histórico de transtornos alimentares ou aqueles que estão abaixo do peso devem consultar seu médico antes de tentar uma dieta de alimentos crus.

Segundo outras teorias de dietas alternativas, tais como Ayurveda e medicina tradicional chinesa, uma dieta crudívora pode não ser apropriada para as pessoas que vivem em climas mais frios ou para pessoas com certos tipos genéticos.

 

Efeitos Colaterais

Algumas pessoas experimentam uma  reação de desintoxicação quando começam a dieta crudívora, especialmente se sua dieta anterior era rica em carne, açúcar e cafeína. Dores de cabeça leve e náuseas podem ocorrer, mas geralmente não duram muitos dias.

Dicas

  • Facilidade na dieta. Comece com 50 por cento de alimentos crus e vá aumentando. Não foque inicialmente em 100 por cento cru. Em vez disso, encontre o equilíbrio que funciona melhor com seu estilo de vida e considere-o como um processo evolutivo.
  • Se for começar a dieta, você terá que encontrar receitas e fazer planos de refeição, especialmente no início. Não se permita passar fome.
  • Certifique-se de comer uma grande variedade de alimentos.

 

Mais informações

Para informações mais aprofundadas, é possível encontrar livros a respeito do assunto, como por exemplo o livro “A Dieta Dos Alimentos Crus“, que é possível encontrar na Livraria Saraiva neste link.

 

Fontes:

about.com (USA)

Fontana L, Shew JL, Holloszy JO, Villareal DT. Low bone mass in subjects on a long-term raw vegetarian diet. Arch Intern Med. 2005 Mar 28;165(6):684-9.

Koebnick C, Garcia AL, Dagnelie PC, Strassner C, Lindemans J, Katz N, Leitzmann C, Hoffmann I. Long-term consumption of a raw food diet is associated with favorable serum LDL cholesterol and triglycerides but also with elevated plasma homocysteine and low serum HDL cholesterol in humans. J Nutr. 2005 Oct;135(10):2372-8.

9 COMENTÁRIOS

  1. Gente, o que acontece que o site tem esse monte de informação útil e não tem jeito de imprimir só o artigo? Puxa vida!

    • Obrigado pela sugestão Alberto, vamos tentar providenciar um botão de imprimir. Por enquanto você pode mandar para seu e-mail ou imprimir diretamente pela opção do navegador.

    • Na verdade o texto quis dizer mudanças nos níveis de HDL, no caso menor nível. Mas editei para não haver confusão. Obrigado!

Deixe uma resposta