Propriedades da geleia real, como tomar e onde comprar

3

A geleia real é um nutriente produzido pelas abelhas. Ao contrário de muitos outros alimentos de origem animal que o homem consome, a geleia real é um produto completo em todos os aspectos. As propriedades da geleia real são excelentes, com um alto valor nutricional e também é um alimento imunomodulador e antibacteriano. É por estas razões que este alimento é amplamente utilizado na medicina natural, onde ocupa um lugar de destaque.

Geleia Real

Um suplemento dietético de nascimento nobre

A geleia real é uma substância produzida pelas abelhas, que é comestível e possui altas propriedades nutricionais. Como você sabe, as abelhas são insetos que vivem em colônias nas colmeias. Apesar de serem simples insetos, as abelhas têm grande capacidade organizacional: de fato, uma colônia é dividida em várias hierarquias, e cada abelha pertencente a uma hierarquia específica tem sua própria tarefa.

É interessante notar que é exatamente a geleia real que gera a divisão em hierarquias dentro de uma colmeia: por exemplo, as abelhas operárias (machos da colônia) comem geleia real apenas durante os três primeiros dias de suas vidas, enquanto a abelha rainha se alimenta desde o nascimento até o dia de sua morte. É por esta razão que a geleia real contém tantas propriedades benéficas: ser um produto alimentício para uma “rainha” significa que o produto só pode ser de qualidade superior. Isto pode ser facilmente deduzido pela observação de que, além das abelhas operárias, todas as outras larvas são alimentadas com geleia real, de uma forma que lhes permite crescer saudáveis e robustas.

A geleia real é produzida por abelhas específicas chamadas “abelhas enfermeiras”. Existem dois tipos, a saber, as abelhas enfermeiras que tratam de alimentar as larvas e as que lidam com o serviço da rainha. Apicultores que lidam com a coleta de geleia real sabem que não é possível de forma nenhuma “retirar” a geleia das larvas, porque elas a consomem alguns segundos após a sua produção; ao contrário disso, é possível colher aquela reservada à abelha rainha porque é produzida em quantidades excessivas.

As abelhas enfermeiras da rainha, na verdade, começam a secretar geleia real para novas rainhas quando a colmeia está terminando. Usando colmeias móveis especiais é, portanto, possível induzir as abelhas enfermeiras a produzir grandes quantidades de geleia real. O produto é, então, aspirado através de tubos especiais ou colhidos nas células por meio de raspagem suave. A geleia real é concentrada em células especiais chamadas “células reais”, que são aquelas onde se hospedam as larvas das abelhas rainhas. Uma vez que este produto pode, como todos os alimentos naturais, conter as impurezas, antes de ser consumido por um ser humano, deve ser devidamente tratado. Sua cor é o amarelo pálido, sua textura é pouco mais do que o de uma geleia comum. O cheiro e o sabor não são os melhores, uma vez que esta substância tem um pH muito baixo e, portanto, é amarga, adstringente, azeda.

Benefícios para a saúde

Os efeitos benéficos da geleia real são incontáveis. Esta substância, segundo numerosos estudos realizados por peritos em todo o mundo, é capaz de agir sobre a pele, mas também é um alimento saudável, um poderoso antibacteriano, um imunomodulador e muito mais. Dado que a geleia real é produzida como alimento para o crescimento de larvas recém-nascidas, a sua função principal é a de ser um alimento adequado para o crescimento e desenvolvimento. Isto implica que as suas propriedades nutricionais são muito elevadas, e é por esta razão que a geleia real e é recolhida, na sua maior parte, e convertida e comercializada como um suplemento alimentar.

A geleia real é um produto comercial que, portanto, não só é um apoio valioso para as pessoas que têm de apoiar uma cura à base de vitaminas e nutrientes, mas também um bom energizante. É importante utilizar uma quantidade não superior a 50-100 miligramas não liofilizadas por dia. O aumento de nutrientes no organismo é capaz de dar um sentimento de satisfação. O metabolismo é estimulado, bem como o apetite, e, quando as vitaminas e os minerais são extraídos a partir de geleia real ingerida no sistema circulatório do corpo, ele se torna imediatamente mais alerta e responsivo. A geleia real é, portanto, recomendada não só para quem deve suportar os cuidados de reabilitação, mas também para aqueles que, na vida de todos os dias, precisam de uma dose de energia extra para enfrentar o dia ao máximo.

Os médicos recomendam a geleia real para as crianças e os idosos. As substâncias que ela contém, na verdade, são um poderoso estímulo para o crescimento da criança, mas, ao mesmo tempo permitem que as pessoas mais velhas regularizem o seu metabolismo celular. Simplificando: as pessoas que se alimentam de geleia real não só protegem-se da fadiga física e da falta de vitaminas e minerais essenciais, mas também preservam a sua atividade celular, retardando o processo de envelhecimento celular. Esta última afirmação, confirmada por vários estudos sobre o tema, tem favorecido a criação de uma grande quantidade de produtos cosméticos, usando pequenas doses de geleia real em seus componentes, e estes produtos ajudam as pessoas a ter uma pele mais saudável, macia, suave ao toque e brilhante.

A geleia real também realiza uma função de cura, por ser um produto antibacteriano. Finalmente, observou-se que alguns dos seus componentes podem ser úteis para a prevenção e tratamento de células cancerígenas. Um efeito definitivamente mais suave, mas igualmente útil, é fornecido pelas substâncias contidas nos imunomoduladores da geleia real. A palavra “imunomoduladores” significa, literalmente, “reguladores do sistema imunológico”, que é exatamente o efeito que se expressa no corpo de quem usa a geleia real. Diante da imposição de uma adaptação contra agentes externos (frio excessivo, alterações de temperatura, etc.) que pode causar doença ou mal-estar geral do ser humano, a geleia real ajuda a aumentar a resistência do corpo. Este efeito é particularmente visível se quem toma o suplemento são crianças ou pessoas que sofrem de desnutrição, anemia ou fraqueza. Tem sido notado que elas tendem a ficar menos doentes, ou, em todos os casos, têm aumento expressivo em suas defesas imunitárias.

Propriedades da geleia real e seus nutrientes

A composição química da geleia real é extremamente variada. Para o corpo humano, a combinação de nutrientes que a compõem é realmente feliz, porque este alimento é capaz de fornecer substâncias que ajudam crianças e jovens no crescimento, mas também a combater o estresse e a fadiga. Os nutrientes encontrados na geleia real têm efeitos antibacterianos e anticancerígenos e fornecem importantes contribuições de vitaminas e proteínas para o corpo humano.

Pelas razões expostas acima, a geleia real é vendida como um suplemento dietético. Em geral, a geleia real é constituída por mais de 60% de água. Ela tem como base uma boa percentagem de proteína e aminoácidos (10%), bem como de açúcares simples (14%). Além disso, na geleia real existem várias vitaminas do grupo B, mas também minerais importantes, tais como cálcio, ferro, fósforo e potássio. Há também lipídeos e substâncias antibióticas antibacterianas, além de enzimas e nucleotídeos que desempenham um papel fundamental nas células do nosso corpo.

Precauções de utilização

A geleia real, como todos os suplementos alimentares e cosméticos, deve ser usada com extremo cuidado, pois algumas pessoas podem ser alérgicas e não saberem disso. Tomar geleia real se você é alérgico a produtos apícolas significa pôr em risco a sua saúde. Além disso, demonstrou-se que muitas pessoas que sofrem de alergias mais ou menos graves estão em maior risco, mesmo não sendo a alergia à geleia real. Há consequências importantes da adoção de geleia real se as reações alérgicas forem a asma e urticária. Pode ocorrer também choque anafilático, que, se muito grave, pode causar a morte. É especialmente desaconselhado tomar geleia real se você sofre de ataques de asma. Para mais informações, sempre você deve contactar o seu médico alergista de confiança.

A contribuição válida também para a pele

As propriedades benéficas da geleia real são exploradas com sucesso em cosméticos. Os nutrientes da geleia real ajudam a estimular a produção de células na pele, retardam o envelhecimento da pele, reduzem as rugas e fazem com que uma nova epiderme se desenvolva mais rapidamente. A geleia real ajuda nas cicatrizes de acne ou nas queimaduras de pele. Por esta razão, os hidratantes baseados em geleia real são, hoje em dia, os que permitem obter os melhores efeitos desde a primeira aplicação. A pele tratada com geleia real torna-se saudável, macia e suave.

Existem também produtos para os cabelos que contêm quantias mais ou menos altas de geleia real: também neste caso, os cabelos tratados com estes produtos tornam-se macios e resistentes, bem como limpos e saudáveis. Os cosméticos feitos a partir de geleia real são indicados especialmente para pessoas que têm uma pele muito delicada ou precisam de tratamentos específicos e direcionados para determinados períodos de tempo. Um dos fatores que limitam o consumo destes produtos é o seu preço, notoriamente elevado.

GELEIA REAL EM PROMOÇÃO AQUI

Como produzir geleia real

A quantidade de geleia real produzida em uma colmeia é, de fato, muito pequena. O motivo pode ser encontrado em uma das maiores falhas da geleia real: ela deve inevitavelmente ser consumida fresco, e, portanto, não pode ser armazenada por longos períodos (ou pelo menos não naturalmente). Um exemplo clássico é a obtenção de um quilo de geleia real de uma única colmeia, que leva cerca de um ano para ser concluída.

Apicultores, imediatamente após a colheita, transportam a geleia real para salas frias, onde ela é armazenada com a ajuda do frio. A geleia real assim coletada é transportada para indústrias onde o ambiente de processamento deva sempre ter o cuidado de não comprometer o frescor do produto. A secagem por congelamento, isto é, a extração de toda a umidade (água) presente na geleia real, é uma excelente solução para o problema e é um dos métodos de conservação industrial mais amplamente utilizados, conhecido como liofilização.

Para melhorar a retenção, às quantidades de geleia real recém-colhidas são muitas vezes adicionadas pequenas quantidades de mel ou de cera de abelha. Muitas vezes recorre-se a produtos químicos, mas isso pode ser prejudicial aos seres humanos: é por esta razão que, na Itália (e em outros países europeus), foi desenvolvido um regulamento que proíbe a produção de substâncias com geleia real contendo produtos potencialmente prejudiciais à saúde humana. Infelizmente nem todos os países têm um regulamento assim; portanto, é importante verificar a origem da geleia real que você quer comprar, e aprender o máximo possível sobre a forma como é armazenada e tratada. A operação acima é crítica na Itália, uma vez que mais de 95% da geleia real no mercado é importada do exterior. Mas há de se notar que, em muitos casos, é extremamente difícil obter informações sobre o produto que você está comprando, porque nem sempre todas as informações de que você precisa estão escritas na etiqueta de forma explícita e abrangente. No Brasil, a produção é escassa, os preços são altos, e as informações também não são tão transparentes.

Como escolher

Muitas vezes costumamos comprar geleia real em supermercados comuns. Na verdade, seria ideal, embora nem sempre possível, falar diretamente com um apicultor sério e confiável. Apenas este último pode garantir o frescor do produto conforme acima exposto e o modo normal de produção do seu produto. A geleia real é, na verdade, um produto muito delicado que requer fases especiais e cuidadosas de execução, as quais, se não forem feitas corretamente, podem repercutir negativamente no alimento, alterando sua qualidade. A decisão de procurar um apicultor é, portanto, definitivamente a melhor escolha. No entanto, quando isso não for possível, é aconselhável ir a um local em que se revendam produtos de saúde ou a uma farmácia.

Sempre escolha lojas que frequentemente garantam a reposição regular das mercadorias, a fim de encontrar produtos frescos. Tenha em mente que, entre os vários tipos de geleia real, a melhor é, sem dúvida, a fresca e pura, que pode ser comprada diretamente do apicultor. Se não for possível recorrer a um produtor ou se não for possível verificar se todas as etapas de produção foram realizadas corretamente ou que durante o transporte a geleia real tenha sido efetivamente mantida sob refrigeração, é bom procurar produtos liofilizados. A geleia real submetida a um processo de liofilização sofre uma perda de nutrientes definitivamente menor do que uma geleia real fresca e mal conservada.

Neste sentido, também é importante não comprar produtos em que esteja escrito no rótulo “feito com geleia real”, porque esta é uma manobra que, ao adicionar outros ingredientes, provoca redução no teor real da geleia real. Certifique-se também sempre da proveniência, porque ultimamente está se espalhando como fogo selvagem uma geleia real da China, que, embora sendo muito econômica, não garante os mesmos benefícios das produções locais. Para garantir a qualidade do produto, verifique também se no pacote há menção à pecuária orgânica certificada (especialmente em produtos europeus, mas também já em alguns produtores brasileiros), para garantir a ausência de substâncias tóxicas no produto. Ademais, a geleia real de pecuária orgânica, além de ser melhor, definitivamente tem um sabor diferente e mais agradável.

Cuidado ao comprar de barraquinhas, em feiras, especialmente de quem apregoa ser produto artesanal!

Onde comprar geleia real

Para comprar pela internet, recomendo fortemente a loja virtual da Natue. Além de ter um dos melhores preços do Brasil, tem uma boa variedade de produtos e já comprei mais de 5 vezes sem nenhuma dor de cabeça. Dê uma olhada na seção de Geleia Real CLICANDO AQUI.

 

Claudionor Aparecido Ritondale 

3 COMENTÁRIOS

  1. “confirmada por vários estudos”… quais estudos?
    Sem fontes o artigo se torna fraco, vira “disse me disse”.

    • Olá,

      Concordo com você, porém, se entrarmos em detalhes citando estudos científicos, esse artigo se tornaria uma tese de mestrado, com páginas e mais páginas.

      Costumamos tentar escrever artigos simples (curtos) e imparciais, levando em consideração estudos e pesquisas, mas sem entrar em muitos detalhes.

      Obrigado pela sugestão, tentaremos sempre que possível incluir mais dados.

Deixe uma resposta